Conforto das Escrituras para a Quarta-Feira

“O Senhor teu Deus, o poderoso, está no meio de ti, ele salvará; ele se deleitará em ti com alegria; calar-se-á por seu amor, regozijar-se-á em ti com júbilo.” [1]

Este versículo antecipa o glorioso tempo em que nosso Senhor Jesus Cristo se sentará em Jerusalém no “trono de Davi, seu pai; e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim” [2]. Mas o que será verdadeiro para o Israel redimido e restaurado naquele dia é também aplicável agora a nós que O conhecemos. Para nós Ele é “o poderoso” [1], Ele “é maravilhoso em conselho e grande em obra” [3]. “Ele salvará” [1], pois “pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles” [4]. E “Ele se deleitará em ti com alegria” [1]. Quando viemos a Ele e nEle confiamos, houve “alegria no céu por um pecador que se arrepende” [5], e agora o Senhor continua a “se deleitar em ti com alegria”. Ele não é um capataz duro, pronto a nos ferir quando falhamos. Ele lida conosco com amor e graça, e “assim como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor se compadece daqueles que o temem. Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó” [6]. Ele “regozijar-se-á em ti com júbilo (cântico)” [1]. “As suas misericórdias não têm fim; novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade” [7].

Ele se deleita nos que são Seus,
Como alguém que encontra grande tesouro;
Ele nos redimiu pelo Seu sangue,
E não por nossas obras ou labuta.

[1] Sofonias 3:17; [2] Lucas 1:32-33; [3] Isaías 28:29; [4] Hebreus 7:25; [5] Lucas 15:7; [6] Salmo 103:13-14; [7] Lamentações 3:22-23

Compartilhe...