Gênesis 19:15-38

(recomendamos que leia esse trecho em sua Bíblia antes de prosseguir)

O Senhor misericordiosamente livra Ló, embora ele perca sua esposa e parte de sua família. E então chega a destruição à ímpia cidade. Repare de onde vem o juízo (versículo 24). Assim como quando o Senhor Jesus sofreu na cruz em nosso lugar o justo juízo de Deus, aqui a terra também ficou em trevas (versículo 23). Deus não tem prazer na morte do ímpio, “antes, que se converta dos seus caminhos e viva” (Ezequiel 18:23).

A libertação de Ló é uma resposta à oração de Abraão no capítulo anterior (capítulo 18, versículo 29). Abraão acreditava que para salvar seu irmão era necessário que Sodoma fosse poupada da destruição. Nem sempre Deus responde da maneira que pensamos. Mas ELE RESPONDE.

Que cena triste! O coração de Ló está profundamente ligado a tudo o que ele deve agora deixar para trás; ele atrasa sua partida. Com sua esposa e suas duas filhas, os anjos os levam à força. 

Queridos remidos do Senhor, deixe-me fazer uma pergunta: se tivéssemos que ir para o céu agora, seria com alegria? Ou como Ló, ficaríamos pesarosos por deixar aqui todas as coisas que prendem nossos corações?

O Senhor fez chover enxofre e fogo e isso veio diretamente dEle. Quando o Senhor agir em juízo, será um dia horrível para este mundo. Leia Apocalipse 19:11-15. Existe uma mensagem clara neste capítulo. O pecado dessa cidade, homossexualismo, hoje é tratado como uma escolha de cada um, um estilo de vida. Mas segundo a Palavra de Deus é pecado e trouxe morte a toda uma cidade. Sodoma e Gomorra são reduzidas a cinzas, um aviso solene do que aguarda os ímpios (2 Pedro 2:6; Judas 7). 

A mulher de Ló permanece na Palavra de Deus como um monumento, um símbolo do que custou unir seu destino a um mundo condenado. Por um longo tempo, esta mulher tinha compartilhado exteriormente do modo de viver do povo de Deus. Mas ela não era parte dele. O mundo estava em seu coração, apesar de instruída (versículo 17 do nosso capítulo), ela desobedece e morre. Lembremo-nos da mulher de Ló! (Lucas 17:32). 

E quanto a Ló, seu fim é vergonhoso e sua descendência maldita, embriagado e em uma caverna, dele são gerados os moabitas e amonitas – dois povos inimigos do povo de Deus. A bebedice e os atos degradantes andam juntos; as pessoas até riem quando vêem alguém sob a influência da bebida. Que história vergonhosa. Mas Deus não esconde coisa alguma. Abraão é sempre lembrado – Ló sai de cena.

Texto baseado em diversos autores que se reuniam apenas ao Nome do Senhor no século XIX e XX.

Compartilhe...