Gênesis 18:1-15

Gênesis 18:1-15

(recomendamos que leia esse trecho em sua Bíblia antes de prosseguir)

 

 

Aqui vemos Abraão na sua melhor forma – amável, hospitaleiro, consciencioso, generoso, entendendo que estava conversando com o Senhor.

Deus honra Abraão, chamando-o de Seu amigo (2 Crônicas 20:7; Isaías 41:8; Tiago 2:23). Como consequência deste título, Deus o visita e informa Suas intenções, tanto para ele (versículo 9 a 15) como também para o mundo (versículos 20 e 21; Ver João 15:15). O patriarca responde com uma confiante liberdade, mas com um respeito muito profundo. Ele correu em direção aos homens com confiança, mas rapidamente se curvou diante do Senhor em reverência.

O estado do seu coração é revelado pela forma ansiosa e alegre com que ele recebe os seus hóspedes celestiais; ele conhece o seu Deus, ele provou que o Senhor é bom (1 Pedro 2:3). O Novo Testamento menciona algumas pessoas que tiveram o privilégio de receber o Senhor Jesus em suas casas: Levi, Marta e Zaqueu (Lucas 5:29; Lucas 10:38; Lucas 19:6) e nos ensina em que condições podemos também desfrutar da mesma intimidade: a obediência à palavra do Senhor é a chave que abre os nossos corações a Ele (João 14:23).

Sendo o modelo de quem tem comunhão com Deus, Abraão é também um exemplo de alguém que exerce hospitalidade. O cristão é chamado a fazer isso sem reclamar (1 Pedro 4:9; Romanos 12:13; Hebreus 13:2). Que boa notícia aguarda Abraão e Sara: o anúncio de seu herdeiro muito desejado! Sara dúvida e ri. Para nós é a oportunidade de ouvir uma declaração magnífica: “Há alguma coisa difícil para o Senhor?” (versículo 14).

Texto baseado em diversos autores que se reuniam apenas ao Nome do Senhor no século XIX e XX.

Compartilhe...