Êxodo 26:15-30

(recomendamos que leia esse trecho em sua Bíblia antes de prosseguir)
 
Os três lados do tabernáculo eram constituídos de tábuas largas de madeira de acácia cobertas de ouro e colocadas sobre bases de prata. Figura de almas salvas, resgatadas, firmemente estabelecidas na redenção da qual a prata sempre fala e a justiça divina (o ouro) na superfície com a intenção de mostrar o caráter divino que agora deve ser exibido.  
Quarenta e oito tábuas. Todas do mesmo tamanho, todas de madeira (figura da humanidade) todas cobertas com ouro (justiça divina). Você e eu, como seres humanos no estado em que nascemos, jamais poderíamos permanecer diante de um Deus santo. Mas como cada tábua era coberta de ouro, assim cada crente foi feito justiça de Deus em Cristo (1 Coríntios 1:30). 
Muitas tábuas – um tabernáculo.  
Muitos membros – um corpo (1 Coríntios 12:12-14). 
Mas, para que as tábuas se mantivessem firmes e resistissem ao vento do deserto, era necessário ter barras, algo que nos faz pensar em tudo o que une os filhos de Deus. Por exemplo, os laços gentis do amor fraternal. Que apoio para um jovem crente ter um irmão ou um amigo com quem ele pode falar de suas dificuldades e ficar de joelhos com ele para elevar a Deus suas orações!  
Acima de tudo, “um só Espírito” une todos os salvos do Senhor de modo que eles formam um corpo “adequadamente unido e bem ajustado”, em condições de resistir a todo “vento da doutrina” e os esforços do inimigo para fazê-los tropeçar (Efésios 4:2-4, 14-16, ver também 1 Coríntios 10:12).  
Por fim, observe particularmente o que caracterizava as tábuas de canto: elas estavam perfeitamente “juntas em cima” (versículo 24, ver João 17:21 e 1 Coríntios 1:10). Um vínculo mútuo com o Senhor é o que perfeitamente “cimenta” os laços de comunhão de cristãos entre si. 
Texto baseado em diversos autores que se reuniam apenas ao Nome do Senhor no século XIX e XX.
Compartilhe...