Sua vontade

“Reconhece-o em todos os teus caminhos,
e ele endireitará as tuas veredas” (Provérbios 3: 6).

O Senhor tem caminhos diferentes para cada um de nós andar, e podemos nos perguntar:
Como podemos discernir qual é a Sua vontade para a nossa vida? 
A oração de Paulo pelos colossenses era que eles “pudessem ser cheios do conhecimento de Sua vontade em toda a sabedoria e entendimento espiritual” (Colossenses 1:9). A última parte do versículo traz luz sobre a primeira: 
Como podemos ser sábios sem as Escrituras? 
Como podemos ter entendimento espiritual separado do Espírito de Deus?
Para saber qual é a Sua vontade, devemos estar familiarizados com a Sua Palavra. Se estamos pensando em uma determinada situação ou considerando fazer algo que é contrário à mente de Deus revelada nas Escrituras, não precisamos ir mais longe. Sua vontade não contradiz sua Palavra. Para outros assuntos, nossa capacidade de conhecer a vontade de Deus é absolutamente dependente da proximidade de nossa caminhada com Ele. Um fraco exemplo disso é quando temos um chefe e ficamos próximos dele, no começo podemos querer fazer sua vontade para agradar talvez, mas sem muita certeza, depois de um tempo de convivência e serviço sabemos melhor o que ele espera de nós e é por ali que seguimos. A vontade do chefe para nosso trabalho fica clara.
Que cada um de nós possa examinar o caminho em que vivemos à luz da vontade de Deus e procurar percorrer esse caminho todos os dias de tal maneira que Ele possa nos usar em Seu serviço, para nossa bênção e, talvez, para a bênção de outros.
Baseado nos escritos de Jim Hyland
Compartilhe...