Por que é tão difícil orar e o que podemos fazer para sermos mais consistentes com nossa vida de oração?

O inimigo, Satanás, não quer que expressemos nossa dependência e confiança em Deus, nosso Pai, e no Senhor Jesus, que é o que fazemos quando oramos. Ele sabe que uma vida sem oração é uma vida sem poder.

Outra coisa que pode nos roubar o tempo gasto em oração é o ritmo, “a correria” da vida. Muitas vezes, precisamos disciplinar nossa vida de oração, como Daniel que “Três vezes no dia se punha de joelhos, e orava” (Daniel 6:10). A oração diária e consistente era hábito em sua vida.

Outra coisa que nos impedirá de orar é o pecado e a má consciência. Quando permitimos o pecado em nossa vida, ele rompe nossa comunhão com o Pai e não nos sentimos confortáveis em ir e falar com Ele. Assim como uma dificuldade entre você e um amigo, o mesmo acontece com o “amigo mais chegado do que um irmão” (Provérbios 18:24).

É preciso constância e “propósito de coração” para manter nossa vida de oração. O Senhor disse aos Seus seguidores: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação” (Mateus 26:41).

Baseado nos textos de Jim Hyland

Compartilhe...