Partidas e chegadas

Ontem estava na Bélgica, hoje estou na Espanha. Semana passada estava saindo da Alemanha para uma conferência bíblica na Holanda. Há duas semanas estava em meu país natal, o Canadá, alguns dias antes estava nos Estados Unidos, e daqui minha esposa e eu esperamos seguir para Nice, na França. É incrível pensar como hoje podemos viajar e rodar o mundo tão rapidamente. Aviões, trens de alta velocidade, carros velozes e outros meios de transporte modernos tornaram tudo muito fácil.

Uma das características dos “últimos dias” é encontrada no livro de Daniel, onde lemos: “Até ao fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará” (Daniel 12:4). Isso certamente é verdade no tempo em que vivemos. As pessoas estão por toda parte com pressa, para negócios, lazer e, às vezes, penso, apenas por uma questão de estar em movimento.

Como crentes em Cristo, precisamos ser cuidadosos para não sermos apanhados pelo espírito desse tempo. Podemos nos valer dos modernos meios de transporte para sobreviver na atual sociedade da pressa e para a obra do Senhor e a bênção dos outros. Mas que possamos ser como “os que usam deste mundo, como se dele não abusassem” (1 Coríntios 7:31).

Caro cristão de todas as idades…

Percebo que alguns dos meus leitores estão de férias nesta época do ano. Talvez alguns estejam participando de uma conferência bíblica, de reuniões especiais ou mesmo de um acampamento de jovens cristãos.

Seja o que for que esteja fazendo, lembre-se de que nunca devemos tirar férias de seguir o Senhor, ler nossa Bíblia ou passar algum tempo em oração. Que possamos ser como Davi que disse:

“Tenho posto o SENHOR continuamente diante de mim” (Salmos 16:8). 

Todos os dias, ele procurava ter o mesmo objetivo e objeto: ter o Senhor como seu foco e viver uma vida agradável a Ele. Às vezes Davi falhava, desanimava e permitia o pecado em sua vida. Mas quando isso acontecia, ele logo voltava à conclusão de que precisava confessar suas deficiências. Ele precisava se concentrar no que realmente importava, o que realmente satisfazia sua alma e trazia felicidade e paz de espírito.

Comentários baseados nos textos de Jim Hyland

Compartilhe...