Coletivamente, individualmente e para sempre

Vamos

“Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do SENHOR!”

(Salmo 122:1).

Davi ficou alegre com o convite para ir com outras pessoas na Casa do Senhor. Observe a palavra “vamos”. Isso é plural… isso é com outros… crentes… aqueles que têm o mesmo desejo, e que devem estar juntos coletivamente na presença do Senhor. Estar onde Ele está, e onde Ele deseja que os Seus se reúnam.

Assim como Davi teve esse convite e privilégio, também teremos no próximo domingo mais um dia do Senhor. Também nos alegraremos? Esperamos com alegria antecipada estar com pessoas de “fé igualmente preciosa” onde o Senhor está no meio e participar da “ceia do Senhor” na “mesa do Senhor”? Ele prometeu: “Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles” (Mateus 18:20).

Que não apenas ao entrarmos em Sua presença, mas desde o convite para nos reunirmos, que nossos corações transbordem de alegria, ação de graças, louvor e, acima de tudo, adoração.

Caro cristão de todas as idades…

Como vimos, Davi tinha prazer em ser convidado por outros para entrar na Casa do Senhor. Aqui está outro exemplo de Davi usando a mesma expressão: “Uma coisa pedi ao SENHOR e a buscarei: que possa morar na Casa do SENHOR todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do SENHOR e aprender no seu templo” (Salmo 27:4).

Davi não queria apenas se deleitar na presença do Senhor em ocasiões especiais e com outras pessoas, mas queria desfrutar individualmente da companhia do Senhor todos os dias de sua vida.

Uau! Que desejo! Esse é o nosso desejo essa semana?

O Senhor está sempre conosco. Ele disse: “Eis que Eu estou convosco todos os dias” (Mateus 28:20). A questão é…

Caminhamos e agimos de tal maneira que sentimos e desfrutamos da Sua presença todos os dias da nossa vida?

Que possamos realmente habitar conscientemente em Sua presença nesta semana.

Para sempre

“Habitarei na casa do Senhor para sempre”

(Salmo 23:6)

Agora que falamos sobre a “casa do Senhor”, percebemos que esse versículo bem conhecido do Salmo do Pastor é algo ainda futuro.

Davi não apenas se deleitou em estar com outros na presença do Senhor aqui na terra e em caminhar todos os dias, individualmente, na presença do Senhor, mas também antecipou o tempo em que ele moraria na “casa do Senhor para sempre”. Que esperança ele tinha!

Que esperança também temos! Para nós, conhecemos “a casa do Senhor” de uma maneira muito mais íntima. O Senhor falou disso como “casa de Meu Pai” (João 14:2). Este é o lar final e eterno de todo crente em Cristo. Que possamos ter sempre em vista essa maravilhosa esperança e lar.

Portanto, para resumir estas três últimas mensagens, temos o prazer coletivo e individual da presença do Senhor e a alegria futura de estar com todos os redimidos em Sua casa, com Nosso Senhor, por toda a eternidade.

Baseado nos textos de Jim Hyland

Compartilhe...