A Porta Errada/O Cordeiro de Deus/Três Fatos

A Porta Errada

Um jovem que frequentemente ouvia um grande pregador escocês queria muito ser salvo. Ele tinha a muito tempo desejado em seu coração conhecer a Cristo como seu libertador e conhecer a bênção da salvação de Deus. Embora ele clamasse e orasse por semanas, ele não conseguia sentir o perdão e nenhuma certeza de que tinha sido recebido por Deus.

Uma noite, o evangelista pregou sobre as palavras: “Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á” (João 10:9). Ele enfatizou o fato de que “alguém” incluía pecadores, não importando quão perversos e corruptos eles fossem. Enquanto ele pregava, a nuvem de dúvida se dissipou do rosto do jovem.

Após a reunião, o jovem disse ao pregador: “Eu entrei pela porta esta noite”.

“Estou feliz em ouvir isso”, respondeu o pregador, “Mas por que você não tinha entrado antes?”

“Bem”, disse o jovem, “eu estava na porta errada o tempo todo. Eu fui até a porta do santo e a encontrei trancada para mim. Eu pensei que eu tinha que ser bom o bastante para Deus me deixar entrar. Mas hoje à noite, eu vim como um pecador e encontrei a porta do pecador bem aberta para mim.”

O Cordeiro de Deus

“Deus proverá para si o cordeiro para o holocausto (oferta queimada)” (Gênesis 22:8).

Sim, de fato, Deus agora proveu um Cordeiro. É o Senhor Jesus Cristo. João Batista afirmou isso em duas ocasiões quando ele viu o Senhor andando aqui neste mundo. “No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo… No dia seguinte João estava outra vez ali, e dois dos seus discípulos; e, vendo passar a Jesus, disse: Eis aqui o Cordeiro de Deus” (João 1:29,35,36).

O apóstolo Pedro mais tarde escreveu sobre o Cordeiro de Deus: “Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais, mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado, o qual, na verdade, em outro tempo foi conhecido, ainda antes da fundação do mundo, mas manifestado nestes últimos tempos por amor de vós” (1 Pedro 1:18-20).

Agradeçamos a Deus hoje por esse Cordeiro que Ele proveu para nossa salvação e bênção eterna.

Três Fatos

Três grandes fatos compõem o testemunho de nosso Senhor Jesus, e nós que O conhecemos como nosso Salvador e Senhor, e que levamos Seu nome, deveríamos entender toda a força deles e mantê-los sem vergonha ou medo.

O apóstolo João dá testemunho desses fatos em Apocalipse 1:5.

1. Cristo esteve aqui: “Jesus Cristo, que é a fiel testemunha”.
2. Ele não está mais aqui: “O primogênito dentre os mortos”.
3. Ele está voltando: “O príncipe dos reis da terra”.

Ao considerarmos essas três benditas verdades hoje, haverá adoração produzida em nossas almas, e espontaneamente diremos em nossos corações: “A Ele glória e poder para todo o sempre. Amém” (Apocalipse 1:6).

Jim Hyland

Compartilhe...