Diário do Cristão para o Sábado

O Espelho

“Porque, se alguém é ouvinte da palavra, e não cumpridor, é semelhante ao homem que contempla ao espelho o seu rosto natural; porque se contempla a si mesmo, e vai-se, e logo se esquece de como era” (Tiago 1:23-24).

À medida que a rainha Elizabete I envelhecia, suas rugas ficaram profundas e numerosas. É relatado que um infeliz Mestre da Casa da Moeda caiu em desgraça ao imprimir uma imagem muito fiel dela na moeda de xelim inglesa. A moeda foi tirada de circulação, e apenas um espécime mutilado existe ainda. Suas damas de honra entenderam a indireta e foram cuidadosas para que nenhum fragmento de espelho caísse nas mãos de Sua Majestade. Na verdade, é dito que a Rainha “não teve coragem de se olhar no espelho durante os últimos vinte anos de sua vida!”

Assim como um espelho expõe todas as rugas e sujeira de um rosto, a Palavra de Deus expõe o coração. Ler a Bíblia nos mostra nossos pecados. Se nos recusamos a nos arrepender e mudar, logo nos cansaremos de ver nossos “rostos sujos” no espelho de Deus e assim paramos de nos olhar no espelho. Que tolice! É melhor ver a sujeira, confessar e ser limpo pelo sangue de Jesus. Você pode orar como Davi, que disse: “Lava-me completamente da minha iniquidade, e purifica-me do meu pecado” (Salmo 51:2).

Jim Hyland

Compartilhe...