Diário do Cristão para a Terça-Feira

Salmo 63 — Parte 1

A Sede da Alma

Um Salmo de Davi, quando ele estava no deserto de Judá.

“Ó Deus, tu és o meu Deus, de madrugada te buscarei; a minha alma tem sede de ti; a minha carne te deseja muito em uma terra seca e cansada, onde não há água; para ver a tua força e a tua glória, como te vi no santuário. Porque a tua benignidade é melhor do que a vida, os meus lábios te louvarão. Assim eu te bendirei enquanto viver; em teu nome levantarei as minhas mãos.” (Salmos 63:1-4).

Permaneçamos sempre alertas para vermos o poder e a glória de Deus, não apenas em ocasiões especiais, mas em cada passo de nossa jornada através desse deserto espiritual seco e sedento. Além dEle mesmo, não há nada neste mundo para saciar e satisfazer a sede e anseio de nossos corações. É Ele, e somente Ele! No final da Bíblia, a promessa de refrigério espiritual é dada duas vezes: “E disse-me mais:… A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida… E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida” (Apocalipse 21:6; 22:17). Também somos encorajados: “Comei, amigos, bebei abundantemente, ó amados” (Cânticos 5:1).

Jim Hyland

Compartilhe...