Diário do Cristão para a Quinta-Feira

A Casa Onde Há Luto

“Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, porque naquela está o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração” (Eclesiastes 7:2).

Você teve que comparecer a um funeral recentemente? Talvez um membro da família, um bom amigo, vizinho ou um colega de escola ou de trabalho tenha falecido recentemente.

O versículo acima nos diz que é uma coisa boa entrar na casa onde há luto, pois isso nos coloca face a face com as realidades da vida e da morte. Na correria da vida diária, tendemos a esquecer que nosso tempo é curto e que estamos aqui no planeta Terra apenas por um curto período de tempo. É como diz as Escrituras, que nos lembra: “Porque, que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece. Em lugar do que devíeis dizer: Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto ou aquilo” (Tiago 4:14-15).

É bom para todos nós levarmos esse choque de realidade de vez em quando. Como Etã, o ezraíta, que escreveu as palavras: “Lembra-te de quão breves são os meus dias” (Salmo 89:47).

A maioria de nós realmente não gosta de ir a funerais, mas pode ser um momento de reflexão proveitosa, tanto para os incrédulos quanto para nós que somos salvos também.

Jim Hyland

Compartilhe...