Conforto das Escrituras para o Domingo

“O homem prudente encobre o conhecimento, mas o coração dos tolos proclama a estultícia” [1]

Aqueles que são verdadeiramente sábios, com “a sabedoria que do alto vem [que] é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia” [2], aqueles que possuem tal sabedoria não precisam fazer propaganda de tal fato. “O homem prudente encobre o conhecimento” [1]; ele é “tardio para falar, tardio para se irar” [3]. “O sábio ouvirá e crescerá em conhecimento, e o entendido adquirirá sábios conselhos” [4]. Essa sabedoria e conhecimento que é recomendada por Deus não é a sabedoria terrena, “porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus” [5], e “ninguém se engane a si mesmo. Se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para ser sábio” [5]. “No coração do prudente a sabedoria permanece, mas o que está no interior dos tolos se faz conhecido” [6]. Tal sabedoria “no coração do prudente… permanece” [6], e ele não precisa chamar atenção para isso. Pois “o que possui o conhecimento guarda as suas palavras, e o homem de entendimento é de precioso espírito” [7], “para que em tudo sejam ornamento da doutrina de Deus, nosso Salvador” [8].

“Se algum de vós tem falta de sabedoria
Peça-a a Deus”, que acima vive;
Ele “a todos dá liberalmente”,
Tanto a sabedoria quanto a graça, com amor.

[1] Provérbios 12:23; [2] Tiago 3:17; [3] Tiago 1:19; [4] Provérbios 1:5; [5] 1 Coríntios 3:18-19; [6] Provérbios 14:33; [7] Provérbios 17:27; [8] Tito 2:10

Compartilhe...