Conforto das Escrituras para a Segunda-Feira

“Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite.” [1]

O crente que se separa de todo mal conhecido, que ouve a admoestação de Deus de “não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus” [2], e que pode confiantemente dizer ao Senhor que “achando-se as tuas palavras, logo as comi, e a tua palavra foi para mim o gozo e alegria do meu coração; porque pelo teu nome sou chamado, ó Senhor Deus dos Exércitos” [3], essa pessoa será um cristão cheio de fruto, “como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará” [4]. Pois quando nos deleitamos e obedecemos à Palavra de Deus, estamos permanecendo em Cristo, que disse: “Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor” [5], e, “Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer” [6]. Nosso Senhor disse ainda: “Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos” [7].

Você daria fruto para o Senhor,
E O exaltaria dia a dia?
Para que os homens possam ver e desejar,
Aquele que é o único caminho.

[1] Salmo 1:1-2; [2] Romanos 12:2; [3] Jeremias 15:16; [4] Salmo 1:3; [5] João 15:10; [6] João 15:5; [7] João 15:8

Compartilhe...