Conforto das Escrituras para a Quinta-Feira

“Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus” [1]

Talvez nenhuma declaração das Escrituras forneça um resumo tão claro de como o crente pode viver uma vida cristã vitoriosa e alegre quanto a encontrada nessas palavras: “Olhando para Jesus” [1]. Essas palavras carregam o pensamento de desviar os olhos de todo o resto e centralizar nossa atenção e afeição n’Ele, que está sentado “à destra do trono de Deus” [1]. Devemos olhar para longe de nós mesmos, tanto de nossas falhas quanto sucessos; devemos olhar para longe dos homens, por mais piedosos que possam ser, e olhar apenas para Ele. “Se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus” [2]. Assim como Ele nos diz: “Olhai para mim, e sereis salvos” [3], assim também, já como salvos, devemos estar constantemente “olhando para Jesus, autor e consumador da fé” [1], e “considerai, pois, Aquele… para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ânimos” [4]. Pois “o Senhor é a porção da minha herança e do meu cálice; tu sustentas a minha sorte… Tenho posto o Senhor continuamente diante de mim; por isso que ele está à minha mão direita, nunca vacilarei” [5, 6], sempre lembrando que Ele “nunca falha” [7].

Olho para longe do meu coração tão volúvel,
E longe dos homens cujas vidas falham;
Olho para meu Salvador assentado em glória,
Que leva consigo meu nome para dentro do véu.

[1] Hebreus 12:2; [2] Colossenses 3:1; [3] Isaías 45:22; [4] Hebreus 12:3; [5] Salmo 16:5; [6] Salmo 16:8; [7] Sofonias 3:5

Compartilhe...