Conforto das Escrituras para a Quarta-Feira

“Não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.” [1]

“Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação. Portanto, não te envergonhes do testemunho de nosso Senhor… antes participa das aflições do evangelho segundo o poder de Deus” [2]. “O temor do homem armará laços, mas o que confia no Senhor será posto em alto retiro [ou: em lugar seguro]” [3], portanto “esforçai-vos, e animai-vos; não temais, nem vos espanteis diante deles; porque o Senhor teu Deus é o que vai contigo; não te deixará nem te desamparará” [4]. Com toda confiança, o filho redimido de Deus pode dizer: “O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O SENHOR é a força da minha vida; de quem me recearei?” [5]. E “ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam” [6]. Podemos descansar nossos corações em Sua promessa: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize” [7]. “Eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita; e te digo: Não temas, eu te ajudo” [8].

Deus não pôs temor em nossos corações;
Ele tira nossos medos;
Ele nos dá Sua paz e tranquilidade;
Ele faz nossa noite tornar-se dia.

[1] Romanos 8:15; [2] 2 Timóteo 1:7-8; [3] Provérbios 29:25; [4] Deuteronômio 31:6; [5] Salmos 27:1; [6] Salmo 23:4; [7] João 14:27; [8] Isaías 41:13

Compartilhe...