Conforto das Escrituras para o Sábado

“A vossa palavra seja sempre com graça, temperada com sal, para saberdes como deveis responder a cada um” [1]

Deus deseja para Seus filhos que todas as nossas palavras e ações sejam “com graça”, ou “agradáveis”. Foi escrito profeticamente acerca de nosso Senhor Jesus Cristo que “a graça se derramou nos teus lábios” [2], e, quando Ele esteve aqui na terra, os homens “se admiravam das palavras de graça que saíam da sua boca” [3]. Todos nós que O conhecemos podemos dizer juntamente com Jacó que “Deus tem sido bondoso [gracioso] para comigo” [4], e essa graça deveria ser refletida em nosso falar. “Falai de tal maneira e de tal maneira procedei, como havendo de ser julgados pela lei da liberdade” [5], e “tu, porém, fala o que convém à sã doutrina” [6]. “Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que seja boa para a necessária edificação, a fim de que ministre graça aos que a ouvem” [7]. “Santificai em vossos corações a Cristo como Senhor; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a todo aquele que vos pedir a razão da esperança que há em vós” [8]. “Todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar” [9]. “Disse eu: Guardarei os meus caminhos para não pecar com a minha língua” [10]. “Põe, ó Senhor, uma guarda à minha boca; vigia a porta dos meus lábios!” [11]

“A vossa palavra seja sempre com graça”,
Assim como Deus te mostrou graça,
Apresentando diariamente Seus louvores,
Semelhante a Ele em tudo o que fazes.

[1] Colossenses 4:6; [2] Salmo 45:2; [3] Lucas 4:22; [4] Gênesis 33:11; [5] Tiago 2:12; [6] Tito 2:1; [7] Efésios 4:29; [8] 1 Pedro 3:15; [9] Tiago 1:19; [10] Salmo 39:1; [11] Salmo 141:3

Compartilhe...