Conforto das Escrituras para a Quarta-Feira

“Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor” [1]

Nós que somos pecadores por natureza e prática, e todos nós somos, não precisamos de um mestre, nem de um exemplo; precisamos de um Salvador. E aquEle que desceu do céu a dois mil anos atrás foi e é “o Salvador, que é Cristo, o Senhor” [1]. “E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados” [2]. Centenas de anos antes dEle vir, Ele tinha declarado através de Isaías: “Eu, eu sou o Senhor, e fora de mim não há Salvador” [3], pois “em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos” [4]. “Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores” [5], e isto “segundo o mandamento de Deus, nosso Salvador” [6]. Ele pode ser nosso Salvador pois Ele é o Filho de Deus sem mancha, “um cordeiro imaculado e incontaminado” [7], “o qual não cometeu pecado” [8], “que não conheceu pecado” [9], “e nele não há pecado” [10]. Digamos com Maria: “A minha alma engrandece ao Senhor, e o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador” [11]. E conhecendo-O, “esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo” [12], diariamente “aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo” [13].

O Salvador veio ao mundo
Para salvar pecadores como nós;
Ele entregou Sua vida como resgate
Para que do pecado possamos ser livres.

[1] Lucas 2:11; [2] Mateus 1:21; [3] Isaías 43:11; [4] Atos 4:12; [5] 1 Timóteo 1:15; [6] Tito 1:3; [7] 1 Pedro 1:19; [8] 1 Pedro 2:22; [9] 2 Coríntios 5:21; [10] 1 João 3:5; [11] Lucas 1:46-47; [12] Filipenses 3:20; [13] Tito 2:13

Compartilhe...