Números 10:11-36

(para maior proveito, ore, leia na Bíblia os versículos indicados e medite nos comentários)

  

Quando a nuvem se alçou, as trombetas tocaram, o povo se reuniu, os levitas desmontaram o tabernáculo e todos tomaram suas posições de marcha. Então a trombeta soou mais uma vez “um alarme” e as tribos marcharam na ordem de suas bandeiras.

Os cristãos hoje aguardam o sinal da grande partida. O Senhor virá com “a trombeta de Deus” para arrebatar a Sua Igreja (1 Tessalonicenses 4:16). Mas a Igreja não pode perder de vista aqueles que podem ser deixados para trás. Pelo Espírito, ela diz ao mundo: “O que tem sede, venha” (Apocalipse 22:17). Isto é o que Moisés parece dizer a Hobab: “vai conosco, e te faremos bem”. Mas porque a seguir ele lhe pede ajuda para guiar o povo pelo deserto? Moisés cometeu um erro aqui voltando-se para um parente que estava familiarizado com o deserto e pedindo a ele para lhes servir de olhos – guiar (versículo 31). Às vezes somos guiados por parentes aos invés da Palavra e do Espírito Santo. O homem como sempre falha, mas não vamos julgá-lo muito severamente, nós que muitas vezes preferimos tomar conselhos humanos do que confiar na direção do Senhor. Como para nos lembrar “quem” conduz o Seu povo, o versículo 33 mostra a arca indo diante para garantir ao povo “um lugar de descanso”. O Senhor é zeloso, pois conhece que a direção vinda de qualquer outro lugar nos levará a caminhos errados. Portanto, Ele instrui para que tirem a arca do centro do arraial e a coloquem na frente para guiar. Repare o que o Senhor buscava para eles.

Vendo por outro lado, o sogro de Moisés era um habitante do deserto, então em teoria, poderia ser prudente e de grande ajuda tê-lo por perto. Uma proposta atraente para ambos os lados, a orientação de um especialista humano que ganharia uma participação na bondade de Deus. Mas se Deus se compromete a guiar Seu povo, qual orientação adicional é necessária?

A resposta divina a esta “prudente” sugestão de Moisés, registrada no versículo 33, é marcante. A arca do Senhor com a nuvem da Sua presença deixa seu lugar no meio do povo e vai adiante para procurar o lugar de repouso exato para eles. Assim, não apenas em suas jornadas e seus descansos eram guiados, mas o próprio local para acampar era indicado. Deus ainda cuida da viagem e os descansos de seus santos hoje? A igreja estava “espalhada” em Atos 8:1, mas em Atos 9:31 lemos: “Então as igrejas tinham paz”, e ambas as coisas estavam sob o controle do Senhor. Você está encontrando descanso para sua alma?

A jornada de três dias pela qual Cristo passou pela morte por nós abre “um novo e vivo caminho” para um povo ressuscitado com Ele viajando para o seu descanso celestial.

Texto baseado em diversos autores que se reuniam apenas ao Nome do Senhor nos séculos XIX e XX.

Compartilhe...