Diário do Cristão para a Quinta-Feira

O Incêndio de Ziclague — Parte 2

“E, chegando Davi aos duzentos homens que, de cansados que estavam, não puderam seguir a Davi, e que deixaram ficar no ribeiro de Besor, estes saíram ao encontro de Davi e do povo que com ele vinha; e, chegando-se Davi com o povo, os saudou em paz. Então todos os maus e perversos, dentre os homens que tinham ido com Davi, responderam, e disseram: Visto que não foram conosco, não lhes daremos do despojo que libertamos; mas que leve cada um sua mulher e seus filhos, e se vá” (1 Samuel 30:21,22).

Após a vitória, Davi percebeu que havia homens maus até mesmo em seu próprio exército. Davi deve ter ficado surpreso em aprender que o inimigo não apenas trabalhava do lado de fora (os amalequitas), mas também de dentro. Essa é uma lição que todos devemos aprender. É o grande trabalho de nosso inimigo, Satanás, tentar nos desencorajar de um jeito ou de outro. Não se esqueça, ele nunca desiste! Então vemos em Davi um maravilho exemplo e atitude: “Porém Davi disse: Não fareis assim, irmãos meus, com o que nos deu o Senhor, que nos guardou, e entregou a tropa que contra nós vinha, nas nossas mãos” (versículo 23).

Jim Hyland

Compartilhe...