Conforto das Escrituras para a Segunda-Feira

“Os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.” [1]

Isso é realmente uma figura de nos tornarmos mais parecidos com o Senhor, pois “todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor” [2], pois o Senhor, nessa passagem, tinha acabado de dizer de Si mesmo “que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos fins da terra, nem se cansa nem se fatiga” [3]. Nossa vida como cristãos é comparada a uma corrida, e devemos “correr com paciência a carreira que nos está proposta, olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus” [4]. Nossa vida é também uma caminhada, e nos é dito que “andemos nós também em novidade de vida” [5], e “não andeis mais como andam também os outros gentios, na vaidade da sua mente” [6], mas em vez disso, “andai em amor” [7] e “prudentemente… andais” [8]. Para que “corramos, e não nos cansemos”, e “caminhemos, e não nos fatiguemos” [1] em nossa experiência cristã, primeiramente devemos “subir com asas como águias” [1] para a presença do Senhor, e, assim, em comunhão com Ele, “renovaremos as [nossas] forças” [1].

“Subirão com asas como águias” a Ele,
E assim “renovarão as forças”;
“Correrão, e não se cansarão”;
“Caminharão” com Ele a cada momento.

[1] Isaías 40:31; [2] 2 Coríntios 3:18; [3] Isaías 40:28; [4] Hebreus 12:1–2; [5] Romanos 6:4; [6] Efésios 4:17; [7] Efésios 5:2; [8] Efésios 5:15

Compartilhe...