Conforto das Escrituras para a Quinta-Feira

“Não sabemos o que faremos; porém os nossos olhos estão postos em ti.” [1]

Muitas são as vezes na maior parte de nossa vida em que precisamos dizer: “Não sabemos o que faremos”. Uma decisão a tomar, uma crise a enfrentar, e a pressão das circunstâncias sobre as quais não temos controle, todas nos fazem perceber quão pequena é nossa sabedoria e quão pequena é nossa força. Mas então temos aquEle que “é maravilhoso em conselho e grande em obra” [2], e Ele nos diz para “lançarmos sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós” [3]. Sua palavra graciosa para nós é: “Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará” [4]. Que possamos apenas confiantemente dizer, quando “não sabemos o que faremos”, que “nossos olhos estão postos em ti” [1]. “A ti levanto os meus olhos, ó tu que habitas nos céus. Assim como os olhos dos servos atentam para as mãos dos seus senhores, e os olhos da serva para as mãos de sua senhora, assim os nossos olhos atentam para o SENHOR nosso Deus, até que tenha piedade de nós” [5]. Assim aguardando, não seremos desapontados. Nosso testemunho deve ser: “Bendito seja o Senhor, porque ouviu a voz das minhas súplicas. O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele confiou o meu coração, e fui socorrido; assim o meu coração salta de prazer, e com o meu canto o louvarei” [6].

“Nossos olhos estão postos em ti”, querido Senhor,
Para nos guiar dia a dia;
Não sabemos o que devemos fazer;
Confiamos em Ti para guiar nosso caminho.

[1] 2 Crônicas 20:12; [2] Isaías 28:29; [3] 1 Pedro 5:7; [4] Salmo 37:5; [5] Salmo 123:1‑2; [6] Salmo 28:6‑7

Compartilhe...