REUNIÃO DE ORAÇÃO

Necessitamos orar pela reunião de oração; assisti-la e orar, não como meros espectadores, mas como membros do corpo de Cristo, entrando ao trono da graça juntamente com os demais reunidos (Hebreus 4:16).

 

Necessitamos resistir a toda fraqueza e cansaço; a presente graça sacerdotal de Cristo pode nos elevar sobre todo espírito mau.

 

Mas se você se põe a dormir na reunião, sussurra e ora com os dentes cerrados, com as mãos sobre o rosto a cobrirem sua boca, tal oração é injusta, porque provoca a carne dos demais que ficam se esforçando para conseguir ouvi-lo, o que os cansa e aborrece. Ore brevemente, considerando as crianças, os velhos e enfermos que também estão de joelhos. Seja claro e breve como Moisés em Números 12:13: “Ó Deus, rogo-te que a cures.”

 

Também em I Crônicas 4:10 lemos, “Se me abençoares muitíssimo, e meus termos amplificares, e a tua mão for comigo, e fizeres que do mal não seja aflito!…” Estas orações são, ambas, claras e breves. Considere como é cruel vagar desde Dã até Berseba (regiões de Israel, uma ao norte e outra ao sul) e tornar a voltar, fatigando as pessoas, já cansadas pelo trabalho cotidiano. Certa ocasião um irmão disse a outro: “Sua oração me colocou em uma santa disposição mental, mas… a mesma oração me tirou dela.”

 

A oração mais longa no Novo Testamento se encontra no capítulo 17 do evangelho de João, onde o Filho se dirige ao Pai; e provavelmente tomou somente cinco minutos.

 

Evite a crítica; se eu me sinto com espírito crítico enquanto outros oram, é porque meu próprio espírito não está em contato com a mente de Deus. Guarde-se de toda oração “teológica” (em que se fica expondo doutrinas, princípios, etc.). O irmão J. N. Darby disse certa vez: “…esse tipo de oração é uma iniquidade.” Se pretendemos orar para mostrar nosso conhecimento, não estamos orando a Deus.

 

Mantenha seus olhos fechados, mas não durma. Dormir em qualquer das reuniões é grande desonra ao Senhor, e os que fazem tal coisa devem ser admoestados por sua maneira indecente e sem reverência. Descanse no Senhor e pacientemente espere nEle; o Senhor organizará todas as coisas em seu devido tempo.

 

Orar para que as pessoas ouçam é algo perverso, porque fazemos que estamos orando a Deus, enquanto estamos pregando aos homens. “Mas faça-se tudo decentemente e com ordem” (I Co. 14:40).

Autor desconhecido

pdf-download epub-download mobi-download

Author: .

Share This Post On