CUIDADO NO FALAR

Quando nos convertemos, ou descobrimos alguma verdade, como estar congregado somente ao nome do Senhor, nosso primeiro impulso é sair disparando para todo lado aquilo que ainda está em nossa boca e ainda não foi digerido.

Faz lembrar a história do médico que acabara de se converter e, ao chegar ao consultório, não conseguia segurar sua preocupação pelas almas sem Cristo. Por isso, quando o primeiro paciente do dia entrou em seu consultório, depois de apalpá-lo aqui e ali, o médico perguntou: “Você está preparado para a eternidade?”. Em pânico, o paciente perguntou: “Ai! Estou tão mal assim doutor?!”.

Quando nos convertemos ou descobrimos uma verdade, temos boa vontade e disposição para ensinar, mas às vezes precisamos nos sentar aos pés de Jesus, como fez Maria e simplesmente aprender, e não sair por aí como Marta, repreendida por sua atividade dissociada de submissão e comunhão com Cristo.

Um testemunho dado de mal jeito pode mais atrapalhar do que ajudar. É sempre bom verificarmos se não estamos fazendo a obra de Deus dar um passo para frente e dois para trás.

Como fazer então? Certamente Deus não quer que um novo convertido ou aquele que recém descobriu uma verdade fique mudo, porque existe urgência. Mas o bom senso ensina que devemos primeiro aprender antes de querer ensinar a outros.

1Pe_4:11 Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus; se alguém administrar, administre segundo o poder que Deus dá; para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder para todo o sempre.

Quando João recebeu do anjo o livrinho e o colocou na boca, seu gosto era doce. Assim é uma doutrina recém recebida, da qual disparamos a falar a todos. Ela é doce porque nós só a temos na boca.

Mas quando João engoliu o livrinho ele foi extremamente amargo ao seu ventre. Falar das coisas de Deus é só alegria, mas engolir as coisas de Deus, aplicá-las à nossa vida, andar em conformidade com elas, é algo amargo para a carne. Mas foi só depois de João ter aplicado a mensagem a si mesmo e de ter experimentado o amargor que isso trazia que a foi dito para sair e dar testemunho a “muitos povos, e nações, e línguas e reis”. E foi o que João fez e continua fazendo até hoje.

Apo 10:8-11 “E a voz que eu do céu tinha ouvido tornou a falar comigo, e disse: Vai, e toma o livrinho aberto da mão do anjo que está em pé sobre o mar e sobre a terra. E fui ao anjo, dizendo-lhe: Dá-me o livrinho. E ele disse-me: Toma-o, e come-o, e ele fará amargo o teu ventre, mas na tua boca será doce como mel. E tomei o livrinho da mão do anjo, e comi-o; e na minha boca era doce como mel; e, havendo-o comido, o meu ventre ficou amargo. E ele disse-me: Importa que profetizes outra vez a muitos povos, e nações, e línguas e reis”.

Mario Persona

pdf-download epub-download mobi-download

Veja Também:

Author: Acervo Digital Cristão

Share This Post On