Diário do Cristão para o Domingo

Lembrança

Esta manhã eu me sentei com onze outros crentes em Dickson Village, Saint Vincent, para lembrar do Senhor no partir do pão. Com os ventiladores soprando, as janelas e portas abertas, e um pão e um cálice sobre a mesa, tivemos um tempo precioso de reflexão e recordação enquanto cantávamos sobre a pessoa e a obra de Cristo. Algumas passagens das Escrituras foram lidas, e vários irmãos deram algumas palavras de adoração e louvor. E o melhor de tudo, pudemos responder ao pedido do Senhor: “Fazei isto em memória (lembrança) de mim” (Lucas 22:19).

Eu sei que no momento em que essa página for lida, muitas, muitas semanas terão passado. Mas eu confio, pela graça de Deus, que eu ainda estarei desfrutando do privilégio de partir o pão com crentes ao redor do mundo.

É claro, a verdade é que é possível que já estaremos na casa do Pai até lá, e então não haverá mais a necessidade de um pão e um cálice como memorial. Naquele dia, estaremos ocupados com o que o apóstolo João viu quando declarou: “E olhei, e eis que estava no meio do trono e dos quatro animais viventes e entre os anciãos um Cordeiro, como havendo sido morto” (Apocalipse 5:6).

Baseado nos textos de Jim Hyland

Conforto das Escrituras para o Domingo

“Salva-nos [ajuda-nos], SENHOR, porque faltam os homens bons; porque são poucos os fiéis entre os filhos dos homens” [1]

O que deve o crente fazer em um dia de iniquidade e apostasia tal qual enfrentamos hoje, quando “o direito (juízo) se tornou atrás, e a justiça se pôs de longe”, quando “a verdade anda tropeçando pelas ruas, e a equidade não pode entrar” [2]? É um dia em que “os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados” [3], e em que “quem se desvia do mal arrisca-se a ser despojado” [4]. Nosso Senhor alertou que, “por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará” [5]. Podemos nós, crentes, viver para a glória de Cristo em tais dias? Sim, Sua graça é suficiente, e mais do que suficiente. Lembre-se que antes do dilúvio, quando “a maldade do homem se multiplicara sobre a terra” [6], quando “toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente” [6], naqueles dias tenebrosos, “Noé andava com Deus” [7], e Enoque “alcançou testemunho de que agradara a Deus” [8]. Que possamos, como eles, tomar da graça de Deus, “e não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus” [9].

Andar com Deus, quando em tudo ao redor
As trevas e o mal prevalecem?
Sim, forte na graça, olhando para Ele,
O Cristo, que nunca falhará.

[1] Salmo 12:1; [2] Isaías 59:14; [3] 2 Timóteo 3:13; [4] Isaías 59:15; [5] Mateus 24:12; [6] Gênesis 6:5; [7] Gênesis 6:9; [8] Hebreus 11:5; [9] Romanos 12:2

Diário do Cristão para o Sábado

Levantado

“E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado” (João 3:14).
“Quando levantardes o Filho do homem, então conhecereis que EU SOU” (João 8:28).
“E eu, quando for levantado da terra, todos atrairei a mim” (João 12:32).

Essas três declarações do Senhor referem-se a Sua crucificação, e são três fatos dignos de consideração:

  1. Através da morte de nosso Salvador, Ele nos trouxe vida, assim como quando Moisés levantou a serpente em uma haste. “E sucedia que, tendo uma serpente mordido a alguém, quando esse olhava para a serpente de bronze, vivia” (Números 21:9).
  2. Sua morte provou que Ele era o Filho do Homem. “Mas em certo lugar testificou alguém dizendo: Que é o homem, para que te lembres dele? ou o filho do homem, para que o visites? Fizeste-o um pouco menor que os anjos… por causa da paixão (sofrimento) da morte” (Hebreus 2:6-7,9).
  3. Sua morte Lhe permitiu que abrisse Seus braços para atrair todos os povos para Si mesmo. “Nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade” (1 Timóteo 2:3,4).

——–

12 maneiras de servir ao Senhor – Parte 2

7. Com humildade:
“Servindo ao Senhor com toda a humildade de espírito” (Atos 20:19 – KJV).

8. Com inteligência:
“Santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional (inteligente)” (Romanos 12:1).

9. Na verdade:
“Servi-o em verdade” (1 Samuel 12:24 – Darby).

10. Com sinceridade:
“Servi-o com sinceridade” (Josué 24:14).

11. Com exclusividade:
“E servi somente a Ele” (1 Samuel 7:3).

12. Como ao Senhor:
“Servindo de boa vontade como ao Senhor e não como aos homens” (Efésios 6:7).

Estas são, sem dúvida, apenas algumas sugestões da Bíblia sobre nosso serviço e ministério para o Senhor. Cada um de nós tem algo a fazer, e o Seu desejo é que seja feito de tal maneira que Ele possa expressar sua aprovação (Bem-aventurado todo aquele…) e nos recompensar por isso no final.

Baseado nos textos de Jim Hyland

Conforto das Escrituras para o Sábado

“Porque ele livrará ao necessitado quando clamar, como também ao aflito e ao que não tem quem o ajude” [1]

O mundo e a cristandade professa têm o costume de dizer que Deus ajuda a quem se ajuda. Mas há muitas situações em que não podemos nos ajudar a nós mesmos, quando “demasiado longa te será a viagem” [2]. Mas em tais situações, “ele tem conhecido o teu caminho por este grande deserto” [3], e agora bendito e encorajador é saber que “ele livrará… ao que não tem quem o ajude” [1]. Assim, quando “a angústia está perto, e não há quem acuda” [4], e quando clamamos a Ele para “dar-nos auxílio contra o adversário, pois vão é o socorro da parte do homem” [5], podemos ter certeza que “eu, na verdade, sou pobre e necessitado, mas o Senhor cuida de mim” [6], e “ele livrará ao necessitado quando clamar, como também ao aflito e ao que não tem quem o ajude” [1], pois “ele… não se esquece do clamor dos aflitos” [7], e “a ti o desamparado se entrega; tu és o amparo do órfão” [8]. “Julgue ele os aflitos do povo, salve os filhos do necessitado, e esmague o opressor” [9]. “O Senhor se compraz nos que o temem, nos que esperam na sua benignidade” [10].

Cansados, tristes e desencorajados,
Sem ajuda a se encontrar no homem,
Clamamos a Ele que nos ama,
E “o Senhor lhe segura a mão”.

[1] Salmos 72:12; [2] 1 Reis 19:7; [3] Deuteronômio 2:7; [4] Salmo 22:11; [5] Salmo 60:11; [6] Salmo 40:17; [7] Salmo 9:12; [8] Salmo 10:14; [9] Salmo 72:4; [10] Salmo 147:11

Diário do Cristão para a Sexta-Feira

12 maneiras de servir ao Senhor – Parte 1

Você quer servir a Cristo de forma eficaz?

Então, nosso serviço deve estar de acordo com a verdade da Palavra de Deus e realizado com o espírito e atitude corretas.

  1. Com todo nosso coração:
    “Sirvas ao SENHOR, teu Deus, com todo o teu coração” (Deuteronômio 10:12).
  2. Sem medo:
    “Servi-o sem medo” (Lucas 1:74).
  3. Com alegria:
    “Servi ao Senhor com alegria” (Salmo 100:2).
  4. Com disposição:
    “Servi-o com um coração perfeito e com uma alma voluntária” (1 Crônicas 28: 9).
  5. Com uma consciência pura:
    “Deus, a quem sirvo… com consciência pura” (2 Timóteo 1:3).
  6. Aceitavelmente com reverência:
    “Tenhamos graça, pela qual servimos mui aceitáveis a Deus com reverência e temor” (Hebreus 12:28 – Darby).

Baseado nos textos de Jim Hyland

https://exortacoes.blogspot.com/2019/03/12-maneiras-de-servir-ao-senhor-parte-12.html

Conforto das Escrituras para a Sexta-Feira

“E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos” [1]

Deus deseja para Seus filhos que “a paz de Deus… domine em vossos corações” [1]. A palavra “dominar” significa “agir como árbitro” ou “arbitrar”, isto é, tomar as decisões: dirigir e controlar nossas vidas. Muitos de nós sabemos que quaisquer decisões feitas quando nossos corações não estavam cheios com a paz de Deus foram decisões erradas e prejudiciais. Precisamos continuamente da “paz de Deus” em nossos corações. “Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus” [2]. Pois “o Senhor dará força ao seu povo; o Senhor abençoará o seu povo com paz” [3]. “Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz” [4]. “Senhor, tu nos darás a paz, porque tu és o que fizeste em nós todas as nossas obras” [5]. “Bem-aventurado o homem que acha sabedoria… Os seus caminhos são caminhos de delícias, e todas as suas veredas de paz” [6, 7]. “Tu conservarás em [perfeita] paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti” [8]. “E o Deus de paz seja com todos vós. Amém” [9].

“Tu conservarás em perfeita paz,
Aquele cuja mente está firme em Ti”;
Em todos os meandros da vida,
A paz será sua porção.

[1] Colossenses 3:15; [2] Filipenses 4:6-7; [3] Salmo 29:11; [4] Romanos 8:6; [5] Isaías 26:12; [6] Provérbios 3:13; [7] Provérbios 3:17; [8] Isaías 26:3; [9] Romanos 15:33

Diário do Cristão para a Quinta-Feira

Comprometer

“Mantenha firme o modelo das sãs palavras” (2 Timóteo 1:13).

“Comprometer é deixar a barreira cair devagar”.

Quão fácil é comprometer algo em muitos aspectos da vida. Mas que possamos nunca comprometer, em nossas vidas, as coisas concernentes à Palavra de Deus e à verdade que ela contém.

Raramente desistimos da verdade das Escrituras ou deixamos de seguir ao Senhor de uma vez. Raramente damos uma reviravolta repentina no caminho da fé. Geralmente é um pouco de cada vez, como remover tijolos de uma parede. Se você remover todos os tijolos de uma só vez, todos notarão imediatamente. Mas se você derrubá-los devagar, um tijolo de cada vez, ninguém perceberá até que a parede seja completamente removida. Esta é a grande obra de Satanás na vida dos crentes. São as “moscas mortas” (Eclesiastes 10:1); ou as “raposinhas” (Cantares de Salomão 2:15). Não são as grandes coisas, mas as pequenas coisas… tijolo por tijolo, tijolo por tijolo, tijolo por tijolo.

Quão vigilante precisamos ser! Que possamos, todos os dias, ler a Palavra de Deus, dar importância a ela, praticá-la e julgar a nós mesmos na presença do Senhor. Que possamos fazer como os primeiros cristãos em Tessalônica, aos quais foi dito: “Examinai tudo. Retende o bem” (1 Tessalonicenses 5:21).

Baseado nos textos de Jim Hyland

Conforto das Escrituras para a Quinta-Feira

“Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor.” [1]

A palavra “moderação” carrega o pensamento de racionalidade, consideração, gentileza e tolerância, que nós que conhecemos o Senhor devemos exercitar, porque “perto está o Senhor” [1]. Estamos “aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” [2], “e todo o que nele tem esta esperança, purifica-se a si mesmo, assim como ele é puro” [3]. Devemos portanto ser “moderados (gentis), mostrando toda a mansidão para com todos os homens” [4], “com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor” [5]. “Sede pois imitadores de Deus, como filhos amados” [6], “porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos” [7]. “Ora eu… vos rogo pela mansidão e benignidade de Cristo” [8] a “considerarmo-nos uns aos outros” [9], e “alegrai-vos com os que se alegram; chorai com os que choram” [10], e “ser brando para com todos, apto para ensinar, paciente; corrigindo com mansidão os que resistem, na esperança de que Deus lhes conceda o arrependimento para conhecerem plenamente a verdade” [11]. “Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens” [1], pois “aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo” [12].

Gentis, mansos e tolerantes,
Deus assim quer que seu povo seja,
Olhando para “o que é dos outros”,
Vivendo para a eternidade.

[1] Filipenses 4:5; [2] Tito 2:13; [3] 1 João 3:3; [4] Tito 3:2; [5] Efésios 4:2; [6] Efésios 5:1; [7] Mateus 5:45; [8] 2 Coríntios 10:1; [9] Hebreus 10:24; [10] Romanos 12:15-2; [11] Timóteo 2:24-25; [12] Filipenses 3:20

Diário do Cristão para a Quarta-Feira

Leitura Mensal das Escrituras

2 João

6 E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este é o mandamento, como já desde o princípio ouvistes, que andeis nele.

7 Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne. Este tal é o enganador e o anticristo.

8 Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganho, antes recebamos o inteiro galardão.

9 Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho.

10 Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis.

11 Porque quem o saúda tem parte nas suas más obras.

12 Tendo muito que escrever-vos, não quis fazê-lo com papel e tinta; mas espero ir ter convosco e falar face a face, para que o nosso gozo seja cumprido.

Conforto das Escrituras para a Quarta-Feira

“E não é assim que fazem bem as minhas palavras ao que anda retamente?” [1]

“A palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração” [2]. “Porventura a minha palavra não é como o fogo, diz o Senhor, e como um martelo que esmiúça a pedra?” [3] Quem pode medir o valor da Palavra de Deus na vida do cristão? “Quanto ao trato dos homens, pela palavra dos teus lábios me guardei das veredas do destruidor” [4]. “Desviei os meus pés de todo caminho mau, para guardar a tua palavra” [5]. Deus diz aos que são Seus: “Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus” [6]. “O temor do Senhor é limpo, e permanece eternamente; os juízos do Senhor são verdadeiros e justos juntamente. Mais desejáveis são do que o ouro, sim, do que muito ouro fino; e mais doces do que o mel e o licor dos favos. Também por eles é admoestado o teu servo; e em os guardar há grande recompensa” [7]. “Regozijo-me no caminho dos teus testemunhos, tanto como em todas as riquezas. Em teus preceitos medito, e observo os teus caminhos. Deleitar-me-ei nos teus estatutos; não me esquecerei da tua palavra” [8].

A Palavra de Deus dá alegria e paz
Àqueles cujos caminhos Ele dirige,
Limpando, confortando e dando nova força,
E ajuda além do que esperamos.

[1] Miquéias 2:7; [2] Hebreus 4:12; [3] Jeremias 23:29; [4] Salmo 17:4; [5] Salmo 119:101; [6] Efésios 6:17; [7] Salmo 19:9-11; [8] Salmo 119:14-16