Diário do Jovem Cristão para o Domingo

A Obra Consumada de Cristo

Para que os pecadores pudessem ser salvos, Cristo precisava morrer; pois a vida do homem se perde por causa do pecado. Assim Ele diz: “Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:14,15).

A desobediência do homem no Éden desonrou a Deus, e colocou o mundo sob o poder de Satanás e do pecado. Por quatro mil anos, Deus testou o homem caído de várias maneiras, mas isso apenas comprovou o quão caído ele é. “Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho” (Gálatas 4:4). Na cruz do Calvário Ele sofreu, morreu e derramou Seu sangue. Ali…

Deus foi infinitamente glorificado,

O poder de Satanás foi anulado,

O juízo sobre o pecado foi suportado.

Cada reivindicação de Deus foi de uma vez por todas perfeitamente sanada. E Deus o ressuscitou dentre os mortos para estar à Sua própria destra na glória, onde Ele está agora sentado, um testemunho a todo o universo de que a obra de expiação foi completa. O Senhor pôde declarar: “Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer” (João 17:4).

Conforto das Escrituras para a Sexta-Feira

“Andai com sabedoria para com os que estão de fora, remindo o tempo” [1]

“Convém também que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta, e no laço do diabo” [2]. “Os que estão de fora”, fora da família de Deus porque estão sem Cristo, procuram encontrar falhas na vida e testemunho daqueles que levam o nome de Cristo; assim, o crente deve “zelar do que é honesto, não só diante do Senhor, mas também diante dos homens” [3]. “Procurai as coisas honestas, perante todos os homens” [4], “para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo; retendo a palavra da vida” [5]. “Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais, que combatem contra a alma; tendo o vosso viver honesto entre os gentios; para que, naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, glorifiquem a Deus no dia da visitação, pelas boas obras que em vós observem” [6]. “Porque assim é a vontade de Deus, que, fazendo bem, tapeis a boca à ignorância dos homens insensatos” [7].

Minha vida deve mostrar, perante os homens,
O que a graça de Deus pode fazer
Por aqueles que conhecem o Senhor Jesus
E que renovam sua vida ao entregar-Lhe.

[1] Colossenses 4:5 ~ [2] 1 Timóteo 3:7 ~ [3] 2 Coríntios 8:21 ~ [4] Romanos 12:17 ~ [5] Filipenses 2:15-16 ~ [6] 1 Pedro 2:11-12 ~ [7] 1 Pedro 2:15

Conforto das Escrituras para a Terça-Feira

“A nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo” [1]

A palavra “cidade” acima significa “cidadania” ou “pátria”. Para o pecador salvo, “nossa cidadania está nos céus” [1]. Nosso Senhor disse aos Seus: “Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia” [2]. Ele disse ao Seu Pai, na noite anterior à cruz, que “não são do mundo, como eu do mundo não sou” [3], e “dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo” [4]. “E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre” [5]. Nós que conhecemos Cristo no perdão dos pecados “não somos estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus” [6]. Como Abraão, que “esperava a cidade que tem fundamentos, da qual o artífice e construtor é Deus” [7], nós chegamos “ao monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial” [8], “pois nossa cidadania está nos céus” [1].

Não estamos mais em casa nesta terra;
Nossa cidadania está acima,
Pois Ele levou embora todos os nossos pecados;
Habitaremos naquela terra de amor.

[1] Filipenses 3:20; [2] João 15:19; [3] João 17:16; [4] João 17:14; [5] 1 João 2:17; [6] Efésios 2:19; [7] Hebreus 11:10; [8] Hebreus 12:22

Conforto das Escrituras para a Quinta-Feira

“Quem é como o Senhor nosso Deus, que habita nas alturas? O qual se inclina, para ver o que está nos céus e na terra!” [1]

“O Senhor está no seu santo templo, o trono do Senhor está nos céus; os seus olhos estão atentos, e as suas pálpebras provam os filhos dos homens” [2], e “ainda que o Senhor é excelso, atenta todavia para o humilde; mas ao soberbo conhece-o de longe” [3]. “Porque assim diz o Alto e o Sublime, que habita na eternidade, e cujo nome é Santo: Num alto e santo lugar habito; como também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos, e para vivificar o coração dos contritos” [4], pois “certamente ele escarnecerá dos escarnecedores, mas dará graça aos mansos” [5]. Está escrito de Manassés que “ele, angustiado, orou deveras ao Senhor seu Deus, e humilhou-se muito perante o Deus de seus pais; e fez-lhe oração, e Deus se aplacou para com ele, e ouviu a sua súplica” [6]. “Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado, e salva os contritos de espírito” [7], pois “os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus” [8]. Ele diz que “para esse olharei, para o pobre e abatido de espírito, e que treme da minha palavra” [9].

“O Senhor nosso Deus, habita nas alturas”;
Seu trono está na glória;
“Se inclina, para ver o que está… na terra”;
Ele considera a triste história do homem.

[1] Salmos 113:5-6 ~ [2] Salmos 11:4 ~ [3] Salmos 138:6 ~ [4] Isaías 57:15 ~ [5] Provérbios 3:34 ~ [6] 2 Crônicas 33:12-13 ~ [7] Salmos 34:18 ~ [8] Salmos 51:17 ~ [9] Isaías 66:2

Diário do Jovem Cristão para o Domingo

O Resultado

“E, adorando-o eles… com grande júbilo… E estavam sempre… louvando e bendizendo a Deus. Amém.” (Lucas 24:52,53)

Os discípulos tinham andado com o Senhor Jesus durante os anos de Seu ministério público. Eles tinham se ocupado Ele próprio, ouvindo Suas palavras, observando Seus modos graciosos e amáveis, vendo os milagres, e tendo comunhão com Ele em particular. Então eles O viram várias vezes em ressurreição, e tinham acabado de vê-Lo subir de volta ao céu.

Qual foi o resultado?

Adoração

Grande júbilo

Sempre louvando

Bendizendo a Deus

Essas quatro coisas serão evidentes em nossas vidas também, na medida em que nos ocupamos com a pessoa e obra de Cristo. O quanto isto é verdadeiro em sua vida hoje — neste primeiro dia da semana — e o quanto será verdadeiro durante esta nova semana?

Conforto das Escrituras para o Sábado

“Derribando raciocínios [imaginações] e todo baluarte que se ergue contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência a Cristo” [1]

“Mas o que sai da boca procede do coração; e é isso o que contamina o homem. Porque do coração procedem os maus pensamentos” [2]. Deus deseja que Seus filhos redimidos tenham o tipo certo de pensamentos, e Ele nos disse: “Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus” [3]. Isto já é posicionalmente verdadeiro para os que são de Deus, pois “nós temos a mente de Cristo” [4], mas Deus deseja que experimentemos diariamente que tenhamos “em nós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus” [3], “levando cativo todo pensamento à obediência a Cristo” [1], pois está escrito, sobre o homem, que “como ele pensa consigo mesmo, assim [ele] é” [5]. Então, “entrega ao Senhor as tuas obras, e teus desígnios serão estabelecidos” [6]. Será que podemos confiadamente dizer ao Senhor: “Odeio os pensamentos vãos, mas amo a tua lei” [7]? “O Senhor, conhece os pensamentos do homem, que são vaidade” [8]. “Os pensamentos do justo são retos; mas os conselhos do ímpio são falsos” [9]. “Na multidão dos meus pensamentos dentro de mim, as tuas consolações recrearam a minha alma” [10].

Dos meus pensamentos vêm minhas ações;
Forme-os, Senhor, por Tua Palavra,
Para que Cristo, meu Senhor e Salvador
Possa em mim ser visto e ouvido.

[1] 2 Coríntios 10:5; [2] Mateus 15:18-19; [3] Filipenses 2:5; [4] 1 Coríntios 2:16; [5] Provérbios 23:7; [6] Provérbios 16:3; [7] Salmos 119:113; [8] Salmo 94:11; [9] Provérbios 12:5; [10] Salmo 94:19