Conforto das Escrituras para o Sábado

“A ansiedade no coração deixa o homem abatido, mas uma boa palavra o alegra” [1]

Nunca sabemos com quantos corações curvados nos encontramos em nosso dia a dia, pesados de tristeza, sobrecarregados de dificuldades, perplexos pelos problemas não resolvidos e aparentemente sem solução. Devemos, é claro, estar andando em íntima comunhão com o Senhor para que possamos saber como falar “uma boa palavra” no momento certo e, então, sermos capazes de dizer que “o Senhor DEUS me deu uma língua erudita, para que eu saiba dizer a seu tempo uma boa palavra ao que está cansado. Ele desperta-me todas as manhãs, desperta-me o ouvido para que ouça, como aqueles que aprendem” [2]. Assim é-nos dito: “A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um” [3]. Assim seremos capazes de falar “uma boa palavra” para alegrar o coração de alguém. E não apenas isso irá abençoar outros, como também trará bênção para nós que falamos a “boa palavra”, pois “o homem se alegra em responder bem, e quão boa é a palavra dita a seu tempo!” [4] Portanto, “não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe (corrupta), mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem” [5]. “Assim falai, e assim procedei, como devendo ser julgados pela lei da liberdade” [6].

Apenas uma palavra, tão rapidamente falada;
Apenas uma palavra, qual será?
Uma palavra de ajuda, uma palavra de coragem,
Uma palavra para durar pela eternidade.

[1] Provérbios 12:25; [2] Isaías 50:4; [3] Colossenses 4:6; [4] Provérbios 15:23; [5] Efésios 4:29; [6] Tiago 2:12

Compartilhe...