UM AMIGO FIEL

 O cachorro do fazendeiro tinha sido muito útil para ele, mas o cão estava ficando velho. O fazendeiro então, cruelmente, decidiu afogá-lo.

 

Levando o cachorro a um grande rio perto da fazenda, o fazendeiro subiu num barco e remou para a parte mais profunda. Ele amarrou uma corda ao redor do pescoço do cão e atou a outra ponta em uma pedra pesada. Então ele jogou ambos na água.

O pobre cachorro afundou, mas a corda arrebentou. O cachorro subiu à superfície e, com um gemido, tentou voltar para o barco. Sem dar atenção, seu mestre empurrou repetidamente o cão, que lutava para sobreviver, para longe do barco. Finalmente, o fazendeiro ficou em pé no barco, com a intenção de bater em seu cachorro forte o bastante com o remo para mandá-lo para o fundo. No entanto, perdendo o equilíbrio, o fazendeiro caiu na água.

 

O Amável Amigo

 

O homem não podia nadar, e estava muito longe para alcançar o barco. O cachorro viu que seu mestre estava se afogando e, apesar do cruel tratamento que recebeu dele, o cão nadou até ele, o pegou firme pela roupa, e levou seu mestre em segurança até a margem.

 

Quão cruel e sem compaixão foi o fazendeiro com seu fiel cão! Podemos até pensar que o homem merecia se afogar, e esperamos que tenha havido uma mudança em seu coração e que tenha recompensado seu fiel amigo cuidando bem dele pelo resto de sua vida.

 

Agora, vamos reverter esse quadro. Não estamos eu e você, e todo mundo, muito mais culpados que o fazendeiro em nosso tratamento no que diz respeito à bondade e amor do Filho de Deus, o Senhor Jesus Cristo?

 

Considere Isto

 

Jesus veio a este mundo e passou Sua vida fazendo o bem, curando os doentes, dando visão aos cegos, ressuscitando os mortos, alimentando os famintos, e trazendo alegria e alívio aos cansados e oprimidos. Mas como Ele foi tratado em troca? Os homens gritaram: Tira, tira, crucifica-o (João 19:15), e o pregaram numa cruz para morrer!

 

Quão maus e cruéis foram os homens ao entregar à morte Jesus, o Filho de Deus – o homem perfeito e sem pecado enviado em amor por Deus. Entregando-O à morte eles expuseram o ódio e hostilidade do coração do homem para com Deus.

 

Quem Tem um Coração Pecador?

 

Será que aqueles homens que entregaram Cristo à morte foram os únicos que tinham corações pecadores? Certamente que não! Você e eu temos corações pecadores do mesmo modo como aqueles que bradaram: “Tira-O“, porque Deus diz: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?” (Jeremias 17:9). Assim como aqueles homens, uma hora queremos receber Suas bençãos e na outra desejamos nos livrar dEle caso Ele diga algo que não esteja conforme o que desejamos.

 

Contemple o bendito Filho de Deus na cruz. Ele não demonstra resistência à crueldade infringida a Ele. Ele não diz uma palavra de raiva ou mostra ressentimento. O profeta Isaías declara: “Como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores” (Isaías 53:7). Em vez disso, quando tudo se encontra contra Ele, Seu amor flui para um mundo de pecadores culpados. Ele ora: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem” (Lucas 23:34).

 

A cruz é o lugar onde os homens tentaram se livrar dEle. No entanto, Sua morte e ressurreição se tornaram o meio pelo qual Seu poder salvador flui a todos que vão a Ele em arrependimento, admitindo serem pecadores, e recebendo Ele como seu Salvador e Senhor.

 

O cachorro fiel salvou a vida de seu mestre ingrato, mas Jesus salva não apenas por um tempo, mas por toda a eternidade. Ele dá a vida eterna a todo o que nEle crê!

 

Fé no Salvador

 

Se você ainda não colocou sua fé nesse bendito Salvador, receba-O agora antes que seja tarde. Em breve Ele virá em julgamento para este mundo, quando Sua ira virá “ardendo como fornalha” (Malaquias 4:1). Então Ele será seu juíz!

 

Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos. Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados.” (1 João 4:9-10)

 

Fonte: BIBLE TRUTH PUBLISHERS

Author: .

Share This Post On