QUEM DERA EU TIVESSE ALGUÉM QUE ME AMASSE ASSIM

Link: https://youtu.be/qQ7gO0k1bcA

Vivemos em um mundo onde as pessoas usam as outras para seu próprio prazer pessoal. Quando aquele prazer se vai, elas partem para outra pessoa. Uma colega minha costumava sempre se arrumar e se maquiar nervosamente antes de ir para casa se encontrar com seu marido. Ela temia que ele a deixasse – de novo – e queria passar por sua aprovação. Não foi o suficiente; ele a deixou por outra mulher. Você já sentiu aquela dor da rejeição vinda de um pai, mãe, amigo ou esposo(a)? Você precisa esconder parte de quem você é para ser aceitável para os outros?


NÃO PRECISA SER DESSE JEITO.

 

Num fim de tarde de agosto, Dorothy, que tinha 75 anos de idade, finalmente conseguiu fazer o ski aquático e graciosamente levantar-se da água em sua primeira tentativa enquanto seu marido Marvin dirigia o barco.

 

Apenas alguns anos depois, Marvin andava bem devagar com um andador ou bengala. Dorothy deixava cair seu cansado e medicado corpo sobre sua cadeira de rodas, sua cabeça branca balançando sonolenta enquanto um barulho agudo enchia seus ouvidos.

 

Uma tragédia da velhice? Dificilmente, como veremos! Sim, é triste ver alguém que você ama sofrer. A Bíblia nos diz: “Toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora” (Romanos 8:22). Este é o horrível efeito do nosso pecado e desobediência a Deus. Mas tem mais coisa sobre a história de Marvin e Dorothy do que isso – e mais para a nossa história também. Um cuidador, observando Marvin se sentar dia após dia ao lado de sua esposa, ouvindo-o chamá-la de “meu bem”, e vendo ele dolorosamente andar até lá para servi-la em toda a necessidade, disse, “quem dera eu tivesse alguém que me amasse assim!”. Quem não almejaria um amor que continua a fluir em nosso caminho quando não temos nada para dar em troca?

 

NÓS TEMOS ALGUÉM QUE NOS AMA ASSIM!

 

Marvin aprendeu a amar sua esposa pelo exemplo de seu Salvador Jesus Cristo. “Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.” (Romanos 5:8). Todos nós fizemos muitos atos de desobediência a Deus. Uma – apenas uma – “pequena” mentira merece a punição de um Deus justo que odeia o pecado, e “o salário do pecado é a morte” (Romanos 6:23). Mas Deus nos amou quando não havia nada em nós que pudesse atrair o Seu amor. Marvin disse que não estava vivendo uma tragédia, mas que Deus estava usando essa situação como parte de Seu plano de mostrar um amor que flui de Deus para pessoas como nós, que não merecemos esse amor. “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16). Você aceita, como fez Marvin, o único Salvador para pecadores como eu e você?

 

Fonte: BIBLE TRUTH PUBLISHERS

Veja Também:

Author: Acervo Digital Cristão

Share This Post On