ANTIGO E NOVO TESTAMENTO

O Antigo e o Novo Testamento são perfeitamente harmoniosos! Não há uma linha ou palavra de um que contradiga o outro, mas eles não são a mesma coisa, e nem dizem as mesmas coisas. Deus toma especial cuidado em deixar clara a diferença; na verdade, Ele escreve cada um em uma língua diferente – um está em hebraico, e tem como base a família de Abraão segundo a carne, enquanto o outro está em grego, língua usada quando Deus estava enviando o evangelho aos gentios no caráter de estrangeiros. Assim, o grego era tão representativo daquilo que dizia respeito aos gentios, quanto o hebreu o era relação a Israel. Porém Deus mostra, em tudo, Seu propósito tanto em uma quanto em outra língua.

A característica que distingue o Antigo Testamento é o governo de Deus, enquanto que a característica que distingue o Novo Testamento é a Sua graça. Governo e graça são coisas totalmente distintas uma da outra. Governo é sempre uma maneira de intervir no homem, enquanto graça é a revelação daquilo que Deus é e do que Ele faz. Conseqüentemente, o governo invariavelmente pressupõe um julgamento, enquanto que a graça é a total exibição de misericórdia e bondade. Tanto o governo quanto a graça encontram seu ponto de encontro em Cristo.

Uma vez que Ele é o Rei, é, conseqüentemente, a cabeça do governo. E como Ele é o Filho de Deus, cheio de graça e verdade, Ele é, conseqüentemente, o canal singular por onde flui toda a bênção que é peculiar ao Novo Testamento. Sua glória, agora que a tremenda obra da redenção está consumada, contribui para todos os privilégios que nos são característicos.

W. Kelly

pdf-download epub-download mobi-download

Veja Também:

Author: Acervo Digital Cristão

Share This Post On