Conforto das Escrituras para o Sábado

“Sede todos de um mesmo sentimento, compassivos (tendo compaixão uns para com os outros), amando os irmãos, entranhavelmente misericordiosos e afáveis (corteses)”

“Sede afáveis”. Alguém poderia pensar que um verdadeiro cristão não precisaria de tal exortação, mas que ele seria naturalmente, como crente em Cristo, “afável” para com os outros irmãos, e também para com todas as pessoas. Mas esse não é o caso. Será que os coríntios estavam sendo afáveis quando “o irmão vai a juízo contra outro irmão, e isto perante infiéis”? Será que eles estavam manifestando cortesia quando estava “havendo entre [eles] inveja, contendas e dissensões”? E como estamos nós, quão afáveis e corteses somos? Será que demonstramos amizade e gentileza em casa, entre nossos colegas de trabalho, e entre os santos, lembrando que “melhor é o que tarda em irar-se do que o poderoso, e o que controla o seu ânimo do que aquele que toma uma cidade”? Quão necessário é que nos “revistamos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade; suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também”. Manifestamos Cristo em nossas vidas “na pureza, na ciência (conhecimento), na longanimidade, na benignidade, no Espírito Santo, no amor não fingido”. Assim “sede uns para com os outros benignos, misericordiosos”, e “amai-vos ardentemente uns aos outros com um coração puro”.

Sê afável com todos os que conheces,
E amável e gentil e verdadeiro;
Deus te recompensará em Seu caminho;
Ele te dará graça.

1 Pedro 3:8 ~ 1 Coríntios 6:6 ~ 1 Coríntios 3:3 ~ Provérbios 16:32 ~ Colossenses 3:12-13 ~ 2 Coríntios 6:6 ~ Efésios 4:32 ~ 1 Pedro 1:22

Conforto das Escrituras para a Sexta-Feira

“Assim diz o Senhor: … pois eu conheço as coisas que vos entram na mente.”

“Jesus, conhecendo-lhes os pensamentos, disse: Por que pensais o mal em vossos corações?” “Tu conheces o meu sentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento… Sem que haja uma palavra na minha língua, eis que, ó Senhor, tudo conheces”, e “não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele a quem havemos de prestar contas”. “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer? Eu, o Senhor, esquadrinho a mente, eu provo o coração; e isso para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações”. “Pois as armas da nossa milícia não são carnais, mas poderosas em Deus, para demolição de fortalezas; derribando raciocínios e todo baluarte que se ergue contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência a Cristo”. “Não vê ele os meus caminhos, e não conta todos os meus passos?” Assim “sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho perverso, e guia-me pelo caminho eterno.”

Ele olha os corações dos homens;
Ele vê o bem e o mal;
Ele traça o caminho de Seus filhos;
Ele sabe quando estamos tristes ou felizes.

Ezequiel 11:5 ~ Mateus 9:4 ~ Salmos 139: 2 ~ Salmos 139: 4 ~ Hebreus 4:13 ~ Jeremias 17:9-10 ~ 2 Coríntios 10:4-5 ~ Jó 31:4 ~ Salmos 139:23-24

Conforto das Escrituras para a Quarta-Feira

“Minha oração voltava para o meu seio.”

A oração não só traz bênção àqueles por quem se ora, como também traz bênção àquele que ora, pois, para que se possa orar efetivamente, devemos estar em estreita comunhão com o Senhor. “Se eu atender à iniquidade no meu coração, o Senhor não me ouvirá”, pois “qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a receberemos, porque guardamos os seus mandamentos, e fazemos o que é agradável à sua vista”. Assim “cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa”. Pela Sua provisão através de Cristo, “purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus”. Assim a oração traz bênção ao que ora pois nos mantém desejosos da comunhão com Deus. A oração também traz uma bênção àquele que ora porque nos tira do egocentrismo e nos torna preocupados com os outros, de modo que não mais “atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros”, enquanto seguimos em oração para “levar as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo”. Além disso, a oração nos torna dependentes de Deus, fazendo-nos perceber que “toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto”. “Minha oração voltava para o meu seio.”

Orando no Espírito de Deus,
Devemos dEle nos aproximar;
Assim Sua bênção vem aos nossos corações,
E as coisas do mundo perdem o valor.

Salmos 35:13 ~ Salmos 66:18 ~ 1 João 3:22 ~ Hebreus 10:22 ~ 2 Coríntios 7: 1 ~ Filipenses 2: 4 ~ Gálatas 6: 2 ~ Tiago 1:17

Conforto das Escrituras para a Terça-Feira

“E eis que saíam águas por debaixo do umbral da casa… águas que me davam pelos artelhos [ou: pelos tornozelos]. E mediu mais mil côvados, e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos joelhos; e outra vez mediu mil, e me fez passar pelas águas que me davam pelos lombos. E mediu mais mil, e era um rio, que eu não podia atravessar… águas que se deviam passar a nado.”

Ezequiel recebeu uma visão profética do templo milenial [o templo de Jerusalém durante o milênio], de onde nosso Senhor Jesus reinará sobre toda a terra. Nesse tempo “a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar”. Mas a visão desse cenário futuro de bênção não fica prejudicada se nos lembrarmos que, para nós hoje, essas águas são uma figura da graça abundante de Deus para com os Seus. Nosso Senhor disse à mulher samaritana que “aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna”, e Seu convite gracioso para todos é: “Ó vós, todos os que tendes sede, vinde às águas”, “e quem quiser, tome de graça da água da vida”. E quando nos achegamos a Ele e seguimos com Ele, aprendemos que “onde o pecado abundou, superabundou a graça”. Enquanto “crescemos na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo”, aprendemos que Sua graça é totalmente suficiente, “um rio, que eu não podia atravessar… águas que se deviam passar a nado”.

“Rios de água viva” correm
Da Pessoa de nosso Senhor;
“Águas para se nadar”, profundidade incalculável,
Saem da Palavra viva.

Ezequiel 47: 1-5 ~ Isaías 11: 9 ~ João 4:14 ~ Isaías 55: 1 ~ Apocalipse 22:17 ~ Romanos 5:20 ~ 2 Pedro 3:18

Conforto das Escrituras para a Segunda-Feira

“O Senhor me guiou no caminho”

“Confirmados pelo Senhor são os passos do homem em cujo caminho ele se deleita; ainda que caia, não ficará prostrado, pois o Senhor lhe segura a mão”. Deus está genuinamente preocupado com Seus filhos redimidos e deseja nos guiar “nas veredas da justiça por amor do seu nome”, e “se alguém quiser fazer a vontade de Deus, há de saber se a doutrina é dEle”. Assim somos instruídos a “não sermos conformados a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”. Ele prometeu: “Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir; guiar-te-ei com os meus olhos”. “Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida”. “Olhai, pois, que façais como vos mandou o Senhor vosso Deus; não vos desviareis, nem para a direita nem para a esquerda”. Assim “faze-me saber os teus caminhos, Senhor; ensina-me as tuas veredas. Guia-me na tua verdade, e ensina-me, pois tu és o Deus da minha salvação; por ti estou esperando todo o dia”, e Ele promete que quando “O reconhecemos em todos os nossos caminhos… ele endireitará as nossas veredas”.

Quero andar nos caminhos do Senhor,
NEle confiando para me guiar,
Pois Sua Palavra é uma lâmpada para meus pés,
Sempre confiável, em qualquer ocasião.

Gênesis 24:27 ~ Salmos 37: 23-24 ~ Salmos 23: 3 ~ João 7:17 ~ Romanos 12: 2 ~ Salmos 32: 8 ~ João 8:12 ~ Deuteronômio 5:32 ~ Salmo 25: 4-5 ~ Provérbios 3: 6

Diário do Jovem Cristão para o Domingo

Adoração

“Tributai ao Senhor a glória de seu nome; trazei presentes, e vinde perante ele; adorai ao Senhor na beleza da sua santidade.” (1 Crônicas 16:29)

Há uma multidão de palavras que podem ser escritas sobre essa passagem das Escrituras. Embora seja um versículo do Antigo Testamento, não é até que chegamos aos tempos do Novo Testamento que esse versículo realmente torna-se verdadeiro. A santidade tornou-se possível através da morte do Senhor Jesus. Considere esse fato, que para Deus a santidade é algo belo. Assim hoje nós podemos verdadeiramente vir e adorar ao Senhor na beleza da santidade. Podemos trazer-Lhe uma oferta: “Portanto, ofereçamos sempre por ele a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome” (Hebreus 13:15). Dar ao Senhor o primeiro lugar em nossas vidas e na assembleia, louvando-O pelo que Ele fez no Calvário, é dar-Lhe glória.

Mantenha essas coisas em mente enquanto você se lembra do Senhor hoje, e lembre-se de quem Ele é, e de tudo o que Ele fez por você. “Então o rei se afeiçoará da tua formosura, pois ele é teu Senhor; adora-o.” (Salmos 45:11)

Diário Cristão para o Domingo

“Mas vós negastes o Santo e o Justo, e pedistes que se vos desse um homem homicida. E matastes o Príncipe da vida, ao qual Deus ressuscitou dentre os mortos, do que nós somos testemunhas.”  (Atos 3:14,15)

“Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos.” (Atos 17:31)

E agora vemos-Te exaltado,
Que uma vez por nós morreste,
Sentado acima dos altos céus:
O glorificado pelo Pai.

Conforto das Escrituras para a Sexta-Feira

“Não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.”

“Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação. Portanto, não te envergonhes do testemunho de nosso Senhor… antes participa das aflições do evangelho segundo o poder de Deus”. “O temor do homem armará laços, mas o que confia no Senhor será posto em alto retiro [ou: em lugar seguro]”, portanto “esforçai-vos, e animai-vos; não temais, nem vos espanteis diante deles; porque o Senhor teu Deus é o que vai contigo; não te deixará nem te desamparará”. Com toda confiança, o filho redimido de Deus pode dizer: “O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O SENHOR é a força da minha vida; de quem me recearei?”. E “ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam”. Podemos descansar nossos corações em Sua promessa: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”. “Eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita; e te digo: Não temas, eu te ajudo”.

Deus não pôs temor em nossos corações;
Ele tira nossos medos;
Ele nos dá Sua paz e tranquilidade;
Ele faz nossa noite tornar-se dia.

Romanos 8:15 ~ 2 Timóteo 1:7-8 ~ Provérbios 29:25 ~ Deuteronômio 31:6 ~ Salmos 27:1 ~ Salmo 23:4 ~ João 14:27 ~ Isaías 41:13

Conforto das Escrituras para a Quinta-Feira

“Deus… a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo.”

“Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou”. “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens… E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós… cheio de graça e de verdade”. Ele é o “Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim”, e “quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida”. “Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? É o anticristo esse mesmo que nega o Pai e o Filho. Qualquer que nega o Filho, também não tem o Pai; mas aquele que confessa o Filho, tem também o Pai”. “Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece”, “para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou”. O Filho de Deus disse que “ninguém vem ao Pai, senão por mim”.

O Filho unigênito de Deus
Veio a este mundo para salvar,
Crucificado por todos os nossos pecados,
E por Deus ressuscitado.

Hebreus 1: 1-2 ~ João 1:18 ~ João 1: 1-4 ~ João 1:14 ~ Gálatas 2:20 ~ 1 João 5:12 ~ 1 João 2: 22-23 ~ João 3:36 ~ João 5 : 23 ~ João 14: 6

Conforto das Escrituras para a Quarta-Feira

“Pelo que chamou Abraão àquele lugar Jeová-Jiré; donde se diz até o dia de hoje: No monte do Senhor se proverá.”

“Jeová-Jiré” significa “Jeová proverá”, ou “o Senhor proverá”. E Ele não apenas proveu Abraão com um cordeiro para um holocausto, como também continuamente provê a todos os Seus com tudo o que precisam, tanto espiritual quanto materialmente. “Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda boa obra”. “O Senhor Deus é sol e escudo; o Senhor dará graça e glória; não negará bem algum aos que andam na retidão”, pois “os olhos do Senhor estão sobre os que o temem, sobre os que esperam na sua benignidade, para os livrar da morte, e para os conservar vivos na fome. A nossa alma espera no Senhor; ele é o nosso auxílio e o nosso escudo”. “Já aprendi a contentar-me com as circunstâncias em que me encontre”, pois “meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo as suas riquezas em glória em Cristo Jesus”. “Temei ao Senhor, vós, seus santos, porque nada falta aos que o temem. Os leõezinhos necessitam e sofrem fome, mas àqueles que buscam ao Senhor, bem algum lhes faltará”. “O Senhor é o meu pastor; nada me faltará”.

Ele provê tudo o que precisamos,
Enquanto viajamos da terra ao céu;
Graciosa e abundantemente
Ele nos dá pela Sua mão.

Gênesis 22:14 ~ 2 Coríntios 9: 8 ~ Salmos 84:11 ~ Salmos 33: 18-20 ~ Filipenses 4:11 ~ Filipenses 4:19 ~ Salmos 34: 9-10 ~ Salmo 23:1