Luz Diária para o Domingo à Noite

O longânimo (o que demora a irar-se) é grande em entendimento.

Passando, pois, o Senhor perante a sua face, clamou: Jeová, o Senhor, Deus misericordioso e piedoso, tardio em iras. – O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para convosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.

Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados, e andai em amor. –  Mas o fruto do Espírito é: caridade, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra essas coisas não há lei. –  Porque é coisa agradável que alguém, por causa da consciência para com Deus, sofra agravos, padecendo injustamente… se fazendo o bem, sois afligidos e o sofreis, isso é agradável a Deus… Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas… o qual, quando o injuriavam, não injuriava e, quando padecia, não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente

Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.

(Provérbios 14:29 ~ Êxodo 34:6 ~ 2 Pedro 3:9 ~ Efésios 5:1‑2 ~ Gálatas 5:22‑23 ~ 1 Pedro 2:19‑21 ~ 1 Pedro 2:23 ~ Efésios 4:26)

Conforto das Escrituras para o Domingo

“Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus” (Judas 1:21)

Nosso versículo não nos diz para manter Deus nos amando. Nada pode, jamais, mudar ou alterar o glorioso fato de que Ele nos ama. Ele nos diz que “com amor eterno te amei, por isso com benignidade te atraí”. “Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados.” Nosso versículo também não nos diz que devemos amar a Deus, embora certamente “nós o amamos a ele porque ele nos amou primeiro”. Mas nosso versículo diz que devemos “conservar [a nós mesmos] no amor de Deus”. Devemos nos conservar na condição espiritual que permite que o amor de Deus trabalhe em nossas vidas e que nos permita desfrutar desse amor. Nosso Senhor disse: “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele… Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada”. Assim somos chamados a: “saí do meio deles, e apartai-vos…
e eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, Diz o Senhor Todo-Poderoso”. Então “conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus”, lembrando-se que Seu “amor é forte como a morte”.

Permanecei no lugar de bênção;
Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus;
Vossa vida se encherá de bondade,
Enviada do céu pelo Pai.

(Judas 21 ~ Jeremias 31:3 ~ 1 João 4:10 ~ 1 João 4:19 ~ João 14:21 ~ João 14:23 ~ 2 Coríntios 6:17-18 ~ Cânticos 8:6)

Diário do Jovem Cristão para o Domingo

Lembre-se

“Do teu amor nos lembraremos” (Cânticos de Salomão 1:4)

Hoje precisamos passar algum tempo em uma lembrança simples de Jesus e de Sua morte sacrificial no Calvário. Embora isso tenha acontecido a mais ou menos 2000 anos atrás, ainda está fresco na mente de Deus hoje do mesmo modo como quando ocorreu. Deus se lembra do terrível custo de nossa redenção, aquele momento em que “aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós” (Romanos 8:32).

O Senhor Jesus também se lembra dessa obra e sofrimento como se fosse ontem. Ele diz: “Lembra-te da minha aflição e do meu pranto, do absinto e do fel. Minha alma certamente disto se lembra, e se abate dentro de mim.” (Lamentações 3:19,20).

Agora nós, como crentes no Senhor Jesus, podemos também lembrar. O coro de um antigo hino vem à mente a este respeito:

Para que eu não me esqueça do Getsêmani;
Para que eu não me esqueça de Tua agonia;
Para que eu não me esqueça de Teu amor por mim,
Conduz-me ao Calvário.
Que nunca nos esqueçamos do que ocorreu no Calvário!

Luz Diária para o Domingo de Manhã

Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado.

O Deus de paz, que pelo sangue da aliança eterna tornou a trazer dos mortos a nosso Senhor Jesus Cristo, grande pastor das ovelhas, vos aperfeiçoe em toda a boa obra, para fazerdes a sua vontade, operando em vós o que perante ele é agradável por Cristo Jesus, ao qual seja glória para todo o sempre. Amém.

E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. – Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada. – Qualquer que permanece nele não peca; qualquer que peca não o viu nem o conheceu. Filhinhos, ninguém vos engane. Quem pratica justiça é justo, assim como ele é justo. – Nisto é perfeito o amor para conosco, para que no dia do juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos nós também neste mundo.

(1 João 2:5 ~ Hebreus 13:20,21 ~ 1 João 2:3 ~ João 14:23 ~ 1 João 3:6,7 ~ 1 João 4:17)

Diário Cristão, Domingo, 30 de abril de 2017

“Por isso pus o meu rosto como um seixo, porque sei que não serei envergonhado.” (Isaías 50:7)

“E aconteceu que, completando-se os dias para a sua assunção [ou, o dia em que deveria ser recebido pelos judeus], manifestou o firme propósito de ir a Jerusalém.” (Lucas 9:51)

“Chegou, porém, o dia dos ázimos, em que importava sacrificar a páscoa.” (Lucas 22:7)

 

 

Luz Diária para o Sábado a Noite, 29 de abril de 2017

Aguardando a bem-aventurada esperança,… o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo.

A qual temos como âncora da alma, segura e firme, e que penetra até ao interior do véu, onde Jesus, nosso precursor, entrou por nós. — O qual convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo. — Quando vier para ser glorificado nos seus santos, e para se fazer admirável naquele dia em todos os que creem.

Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora. E não só ela, mas nós mesmos, … também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo. – Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos. – Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós vos manifestareis com ele em glória.

Certamente cedo venho. Amém. Ora vem, Senhor Jesus.

(Tito 2:13 ~ Hebreus 6:19-20 ~ Atos 3:21 ~ 2 Tessalonicenses 1: 10 ~ Romanos 8:22-23 ~ 1 João 3:2 ~ Colossenses 3:4 ~ Apocalipse 22:20)